Portal da Cidade Campina Grande

NUTRIÇÃO

A relação entre Obesidade e Câncer

Entenda como uma alimentação saudável e equilibrada pode ajudar a prevenir essas doenças que acometem, cada vez mais, as pessoas.

Postado em 29/09/2021 às 10:39 |

A Obesidade é uma doença inflamatória que vem, de forma acelerada, avançando em todo o mundo. Estima-se que mais da metade da população brasileira esteja com excesso de peso e com obesidade, ainda, futuras projeções apontam que em até 2025 o número de pessoas com obesidade aumentará para 2 bilhões. O indivíduo obeso apresenta um excesso no volume de gordura corporal e/ou visceral, ocasionado, algumas vezes, por falta de exercícios físicos, por alimentação inadequada ou por alterações metabólicas e hormonais.

O Câncer é uma doença silenciosa que consiste em uma enfermidade crônica, é identificada pelo crescimento desordenado das células, resultando, assim, alterações genéticas. Alguns fatores podem favorecer o seu desenvolvimento, como obesidade, padrões alimentares inadequados, como a ingestão elevada de embutidos (ex: salsicha, linguiça, presunto etc.) ou até mesmo de substâncias carcinogênicas, como produtos com carvão e com amianto. A relação entre a obesidade e o câncer é bastante complexa, algumas pesquisas observaram que no organismo de pessoas obesas ocorre liberação de diversos mediadores bioquímicos, que são secretados na circulação e podem possibilitar a proliferação do câncer.

Dra. Mariana Almeida, Nutricionista em João Pessoa

Dica da Nutri

Não existe nenhum alimento capaz de prevenir o surgimento do câncer, mas a combinação correta de alguns pode estimular o seu sistema imunológico a lutar contra essa doença.

Dra. Mariana Almeida, Nutricionista em João Pessoa

A alimentação tem o efeito preventivo, quando não há diagnóstico, porém, quando houver, ela se torna parte do tratamento. Alimentos, como o farelo de aveia, que é rico em vitamina B6, pode reduzir o risco do câncer de pulmão, o azeite de oliva consumido in natura e a suplementação do óleo de peixe podem proteger contra o câncer de mama. Aproximadamente 35% dos diversos tipos de cânceres que existem, ocorrem devido a uma alimentação inadequada, rica em gordura saturada, em açúcares refinados e com baixo consumo de frutas, de verduras e de cereais. Algumas pesquisas apontam que uma alimentação adequada ajuda no tratamento da obesidade e previne o surgimento de novos casos de câncer. Alguns compostos denominados quimiopreventivos têm como função proteger contra o desenvolvimento do câncer. A maioria deles encontra-se disponível nos alimentos, como a isoflavona, encontrada na soja, o licopeno, no tomate, a quercetina, na maçã, o resveratrol, na uva e a antocianina, nas frutas vermelhas. Esses alimentos têm função antioxidante, ajudando também no tratamento da obesidade, já que cerca de 25% das mortes por câncer está relacionada a uma alimentação inadequada e à obesidade. O Ministério da Saúde revelou que 46,6% dos brasileiros estão com obesidade, um forte risco de câncer.

Aos pacientes com diagnósticos da doença faz-se extremamente necessário o acompanhamento constante com uma equipe multidisciplinar, pois os diversos benefícios na mudança do estilo de vida para o tratamento da obesidade e prevenção do câncer são notáveis. Portanto, a mudança no estilo de vida é de suma importância, para que possamos combater a obesidade e lutar contra esse mal chamado câncer.


Fonte:

Receba as notícias de Campina Grande no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias